Nada tão belo como uma criança dormindo

Nada tão belo como uma criança dormindo
Nem tão profundo como dormir sem sonhar
Nem tão antigo como o sonho dos teus olhos
Nem tão distante como a hora de acordar

( Raul Seixas )

Envie este verso por email Envie este verso por email

Comments are closed.