derrepente e bateu

Alguém chegou derrepente e bateu a minha porta. Alguém que nem me avisou quando ia chegar. Alguém que nem ao menos me impediu de chorar. Alguém que deu muitas risadas comigo, foi amigo e me fez sentir assim. Alguém que foi embora sem se despedir. Alguém que eu ainda não esqueci. *-)

Envie este verso por email Envie este verso por email

Comments are closed.